Salte para o conteúdo principal

2024 Global Insurance Outlook

O mundo das seguradoras

As seguradoras estão a evoluir para fazer face a um ambiente operacional em transformação e gerar um impacto social ainda maior.

 

A indústria dos seguros está a passar por uma transformação sustentada por fatores como as alterações climáticas, a tecnologia e as expectativas dos clientes cada vez mais elevadas e em constante mudança. As seguradoras estão a passar de uma abordagem reativa para uma abordagem proativa na prevenção e mitigação do risco, com o objetivo de desempenhar um papel mais relevante na prevenção de riscos e na proteção das comunidades. Esta transformação inclui a adoção de novas tecnologias, a promoção de uma cultura centrada no cliente e o foco na diversidade e inclusão.

 

Conheça algumas tendências e desafios no setor de seguros

Como poderá a Inteligência Artificial (IA) revolucionar a indústria dos seguros?

Num mundo marcado por riscos que se intensificam e pela necessidade de soluções proativas e focadas no cliente, a indústria dos seguros dá por si num momento crucial. A IA tem vindo a emergir como o catalisador para a transformação. Ao impulsionar tecnologias avançadas como Deep Learning, Natural Language Processing (NLP) e automação, as seguradoras podem otimizar preços, facilitar processos de subscrição, personalizar o marketing e revolucionar o processamento e rapidez de pagamentos. A capacidade da IA de processar grandes conjuntos de dados, identificar padrões de risco complexos e automatizar tarefas não só melhora a eficiência operacional, como também oferece uma experiência mais personalizada e eficiente aos clientes. À medida que as seguradoras se adaptam a estas tendências de IA, posicionam-se na vanguarda da inovação, assegurando a sua relevância e sustentabilidade num mundo que muda de forma bastante dinâmica. A adoção da IA não se fica pela melhoria da rentabilidade, prende-se também em assegurar que a indústria mantém o seu papel enquanto “financial safety net” da sociedade, bem como de promotor da sustentabilidade.

 

Desafios no Ramo Não-Vida

A nível global, os prémios não-vida cresceram 0.5% em termos reais YoY, em 2022, abaixo daquilo que foi a média de 3.6% ao longo de 10 anos. No entanto, a expectativa é que a rentabilidade deste ramo do negócio das seguradoras melhore em 2024, fruto das taxas de juro elevadas e da expectativa de desaceleração da taxa de inflação.

 

Evolução nos Ramos Vida e Pensões

As seguradoras procuram um crescimento mais sustentado e previsível, sendo que, em alguns casos, a colaboração com InsurTechs e a utilização de capacidades de cloud estão a ser consideradas para alcançar esses objetivos. A colaboração com private equity também continua a ser uma tendência.

 

Digitalização e Inovação Tecnológica

As seguradoras estão a adotar tecnologias avançadas, como a automatização e a IA, para melhorarem os serviços e a experiência do cliente. No entanto, ainda muitas seguradoras convivem com sistemas legacy, em que os dados residem em silos e com diminuta capacidade de interação com outros sistemas e aplicações.


Sustentabilidade e Equidade Social

A sustentabilidade, a equidade social e o governance estão a tornar-se cada vez mais importantes. As seguradoras estão a adotar uma abordagem mais sustentável e a ajudar os clientes na transição para a neutralidade de carbono. Também estão a trabalhar para melhorar a diversidade e inclusão em cargos de gestão e a oferecer produtos e serviços mais adequados aos objetivos sociais e ambientais.

 

Fusões e Aquisições (M&A)

A atividade de fusões e aquisições (M&A) tem vindo a diminuir desde o segundo trimestre de 2022. No entanto, as mudanças nos indicadores macroeconómicos e a necessidade de diversificação e adaptação do portfolio das seguradoras às exigências crescentes dos clientes, bem como a modernização digital, podem ser fatores-chave para impulsionar futuras fusões e aquisições. A necessidade de adaptação dos portfolios e de adoção de novas soluções tecnológicas e digitais sugere que podemos esperar um aumento na atividade de M&A no setor de seguros.

 

O setor dos seguros está em constante evolução, enfrentando desafios significativos, mas também explorando oportunidades para inovar e crescer. A transformação tecnológica, a mudança cultural e o compromisso com a sustentabilidade estão a moldar o futuro das seguradoras.

Este é um momento crucial de mudança e adaptação, à medida que as seguradoras procuram desempenhar um papel mais amplo no bem-estar da sociedade e do planeta. Saiba mais sobre as restantes tendências e desafios.

Leia o relatório completo aqui.

Did you find this useful?

Thanks for your feedback

Se quiser ajudar a melhorar o site Deloitte.com, por favor preencha um formulário Inquérito de 3 minutos