Salte para o conteúdo principal

Mergers & Acquisitions

Apoio fiscal e Legal durante todo o ciclo de vida da transação

A Deloitte oferece soluções diferenciadas para ajudar as empresas a identificar oportunidades de fusões e aquisições, avaliar riscos e exposições, compreender as sinergias fiscais que podem ser capturadas nas transações e implementar estratégias de fusões e aquisições ofensivas e defensivas para navegar na incerteza e reconstruir a rentabilidade. Com um período transacional potencialmente atarefado pela frente, as empresas necessitarão de apoio em várias áreas diferentes ao longo do ciclo de vida da transação.

Está interessado em compreender o potencial impacto do mercado na sua estratégia de transação?

O impacto económico global da COVID-19 reformulou fundamentalmente a forma como as empresas fazem negócios, e é inevitável que o ambiente de negociação também mude significativamente. Muitas empresas estão a olhar para M&A como um catalisador para transformar e digitalizar os seus modelos de negócio, reforçar a sua cadeia de abastecimento e aumentar o acesso a dados, clientes e mercados. Para além do M&A tradicional, as empresas precisam hoje de implementar uma vasta gama de estratégias de crescimento inorgânico, tais como parcerias com os seus pares, co-investimentos com capitais privados, investimento em tecnologias disruptivas, alianças intersetoriais com especialistas e parcerias com o governo para prosperar.

Estratégias de negociação num clima complexo

À medida que as organizações tentam remodelar a sua atividade, angariar capital e obter vantagens competitivas, as transações continuarão a ser uma parte importante da equação da recuperação. Deverá surgir uma combinação de estratégias defensivas e ofensivas de M&A, à medida que as empresas se esforçam por impulsionar a transformação no atual clima.

M&A ao valor residual. As empresas que foram severamente afetadas pela crise e que se encontram numa posição financeiramente vulnerável terão de tomar medidas decisivas para garantir a sua sobrevivência. Algumas recorrerão à otimização da carteira para identificar os ativos que não se enquadram estrategicamente e que poderão ser alienados. Outros tomarão medidas radicais, incluindo a venda de ativos em dificuldades para recuperar o valor de divisões geradoras de prejuízos.

M&A para salvaguardar os mercados e manter a paridade competitiva. As empresas em que o impacto foi menos grave terão de reforçar a sua capacidade de resistência financeira, extraindo sinergias profundas das transações recentes. Muitas considerarão a possibilidade de alianças ou oportunidades de co-investimento para reduzir o risco e o dispêndio de capital na sua atividade principal.

M&A para transformar o negócio e salvaguardar o futuro. As empresas com um balanço sólido, mas que esperam um grau significativo de perturbação estrutural no seu setor, utilizarão estratégia de M&A para salvaguardar a sua base de clientes e a sua cadeia de abastecimento. Enquanto outras explorarão aquisições e alianças para colmatar lacunas na sua carteira e acelerar a transformação a longo prazo dos seus modelos de negócio.

M&A para mudar o jogo. Um número restrito de empresas resilientes e estrategicamente bem posicionadas deveria utilizar estratégias de M&A e outras atividades de investimento para conquistar uma liderança inatacável no mercado. Para o efeito, seria necessário estabelecer alianças que incluíssem tanto grandes parceiros especializados como novas empresas do ecossistema de inovação. Também precisam de utilizar o M&A para adquirir empresas disruptivas no limite das suas atividades existentes e utilizá-las como trampolim para lançar novas ofertas que irão moldar os seus setores no futuro.

A Deloitte aconselha as empresas na determinação de abordagens estratégicas para crescer ou racionalizar o seu portfólio ou eliminar custos para gerar valor para os acionistas. Concentramo-nos em fornecer valor aos clientes ao longo de todo o seu percurso e trazemos uma perspetiva industrial às transações.

Trabalhamos com empresas com desafios financeiros, analisando questões fiscais e considerações financeiras relevantes, ajudando a avaliar as opções de reestruturação, enquanto construímos um quadro que permite futuras eficiências fiscais e operacionais. Os nossos profissionais têm uma vasta experiência de trabalho com devedores, credores e comités de credores no que respeita a reestruturações judiciais e extrajudiciais. Trabalhamos também em estreita colaboração com outros consultores profissionais dos clientes.

Podemos fornecer uma gama completa de aconselhamento (estratégico, financeiro, fiscal e jurídico) antes, durante e depois de uma transação, eliminando a necessidade de consultores separados. A nossa presença internacional proporciona-lhe uma experiência global, regional e local onde o negócio do cliente é efetuado.

Se pretender discutir quaisquer questões relacionadas com uma transação empresarial, contacte a Deloitte.

Aceda ao nosso artigo How COVID-19 has impacted global M&A activity -Ver o artigo

Apoio fiscal e jurídico durante todo o ciclo de vida da transação

A Deloitte oferece soluções diferenciadas para ajudar as empresas a identificar oportunidades de M&A, avaliar riscos e exposições, compreender as sinergias fiscais que podem ser capturadas nas transações e implementar estratégias de M&A ofensivas e defensivas para navegar na incerteza e reconstruir a rentabilidade. Com um período de transações potencialmente atarefado pela frente, as empresas necessitarão de apoio em várias áreas diferentes ao longo do ciclo de vida da transação.
fallbackimage

Tributação das fusões e aquisições transfronteiriças

Análise

A Financier Worldwide discute a tributação das fusões e aquisições transfronteiriças com Brian K. Pinto, Siobhan L. Godley e Lindsay Wietfeld da Deloitte