Salte para o conteúdo principal

Ativar e capacitar o centro de comando da COVID-19

Centro de Comando | Responda: Prepare-se e administre a continuidade

Gerir uma crise complexa e de rápida evolução como a COVID-19 pode ser extremamente difícil. Os maiores danos para uma organização residem frequentemente numa má gestão da situação, mais do que no efeito da própria crise. Uma resposta rápida e eficaz alterará significativamente o resultado da crise e minimizará o seu impacto; uma resposta aleatória e descoordenada irá quase de certeza exacerbá-la. Este artigo discute as medidas que as empresas podem tomar para ajudar a garantir que a sua resposta à COVID-19 seja bem gerida e eficaz.

Os tópicos abordados neste artigo incluem:

  • Estabelecer uma equipa de gestão de crises e medidas claras que definam papéis e responsabilidades
  • Conseguir uma resposta de liderança eficaz e uma tomada de decisão forte
  • Aplicar princípios operacionais para a gestão de crises

Abordar o impacto financeiro da COVID-19

Sobreviver às próximas 4 semanas... e depois aos próximos 3 meses

As notícias que mudam diariamente sobre a COVID-19 obrigam as empresas rentáveis e bem geridas a tomar medidas drásticas para manter a flexibilidade. Há muitas ações que as empresas podem tomar - todas elas centradas na melhoria da capacidade de tesouraria e na identificação e abordagem do risco eminente. Embora as empresas devam continuar a concentrar-se na manutenção dos princípios fundamentais que as tornaram bem sucedidas, a sobrevivência a curto prazo é essencial.

Perspetivas e aprendizagens:

  • Prever o fluxo de caixa em tempo real
  • Assumir um controlo rigoroso da tesouraria
  • Gerir as partes interessadas
  • Soluções de financiamento
  • Fazer um plano de contingência
  • Contratos

Did you find this useful?

Thanks for your feedback

Se quiser ajudar a melhorar o site Deloitte.com, por favor preencha um formulário Inquérito de 3 minutos