Ir para o conteúdo principal

Os Bancos e as alterações climáticas

As questões que a Administração deve colocar

Este relatório é relevante para os membros do Conselho de Administração dos bancos europeus, em particular para os Diretores Não-Executivos. Descreve os desafios significativos e complexos colocados pelas alterações climáticas, e estabelece as questões-chave que os Conselhos de Administração devem considerar para serem capazes de proporcionar um desafio robusto e uma supervisão eficaz da abordagem do banco à identificação e gestão do risco climático.

O relatório mostra exemplos de considerações de alto nível para os Conselhos de Administração em relação à estratégia e modelo de negócio do Banco, gestão e cultura, gestão de risco, e análise de cenários. Dá também exemplos de questões de desafio que os Conselhos de Administração devem colocar em cada uma destas áreas. O objetivo final é ajudar os Conselhos de Administração a conduzir uma diferenciação sustentável a longo prazo no mercado para o seu banco, satisfazer as expectativas das partes interessadas, e gerir eficazmente os riscos climáticos.

As alterações climáticas são uma preocupação fundamental em todos os sectores da economia. Os reguladores dos serviços financeiros estão a avançar para assegurar que os bancos identifiquem as exposições ao risco das alterações climáticas, e estabeleçam estratégias e ajustem os modelos de negócio para as gerir. Embora os temas gerais sejam familiares, as questões específicas pertinentes às alterações climáticas são novas. As questões exploradas no relatório irão ajudar os Conselhos de Administração a navegar neste ambiente difícil e a satisfazer as expectativas dos reguladores.

Did you find this useful?

Thanks for your feedback

Se quiser ajudar a melhorar o site Deloitte.com, por favor preencha um formulário Inquérito de 3 minutos