Salte para o conteúdo principal

Climate check: A opinião das empresas sobre sustentabilidade ambiental

A disparidade entre urgência e ação

Um inquérito global da Deloitte revelou que 91% dos executivos inquiridos afirmam que as suas empresas sentiram o impacto das alterações climáticas, mas continuam a existir lacunas no progresso e na ação.

Entre novembro de 2019 e janeiro de 2020, a Deloitte Global realizou um inquérito a 350 executivos de todo o mundo para obter uma leitura das maiores preocupações dos líderes empresariais no que diz respeito à sustentabilidade ambiental, das ações que as organizações estão a tomar em resposta e das lacunas no progresso.

Este relatório - intitulado "Controlo climático: As opiniões das empresas sobre a sustentabilidade ambiental" - analisa um momento específico antes de a COVID-19 atingir níveis pandémicos. Pretende ser o primeiro de uma série de inquéritos que medem a resposta das empresas às alterações climáticas ao longo do tempo.

O inquérito concluiu que, embora as empresas estejam a começar a tomar medidas, o nível atual de ação não corresponde frequentemente à escala e à urgência das preocupações comerciais e morais declaradas pelos executivos. Para que os esforços ambientais tenham um impacto duradouro, é necessário que se tornem parte integrante das estratégias de crescimento. No entanto, as empresas ainda não estão a encarar estes programas como partes inerentes e de longo prazo dos seus negócios e, muitas vezes, falta-lhes apoio e adesão por parte dos responsáveis.

Por exemplo, dois terços dos executivos inquiridos disseram que preveem que as suas organizações façam cortes nos seus esforços ambientais em caso de recessão económica. E 38% afirmam que a falta de adesão e/ou de responsabilização por parte do CEO ou de outros líderes está a impedir que as suas empresas tomem medidas mais concretas para enfrentar as alterações climáticas.

Defender a mudança

Embora ainda seja muito cedo para saber quais serão os efeitos a longo prazo da pandemia de COVID-19 do ponto de vista ambiental, este momento pode muito bem representar uma encruzilhada crucial nos nossos futuros esforços de sustentabilidade ambiental.

Este relatório apresenta recomendações sobre a forma como as organizações podem começar a tornar a sustentabilidade ambiental fundamental para as suas atividades. Pensamos que estas recomendações continuarão a ser relevantes à medida que as organizações procuram reiniciar e reconstruir após a pandemia.

Contactos principais:

Steve Dutton

Deloitte Global Communications

Tel: +1 202 738 7586

sdutton@deloitte.com

Stephanie Anderson

Deloitte Global Communications

Tel: +1 212 492 3959

steanderson@deloitte.com

Did you find this useful?

Thanks for your feedback

Se quiser ajudar a melhorar o site Deloitte.com, por favor preencha um formulário Inquérito de 3 minutos