Salte para o conteúdo principal

Sustentabilidade e impacto social na indústria da cosmética

Uma conversa com o Chief Sustainability Officer da The Estée Lauder Companies

No mundo dinâmico dos bens de consumo, o papel da sustentabilidade e do impacto social tem-se tornado cada vez mais crucial. Nancy Mahon, Chief Sustainability Officer da The Estée Lauder Companies, esclarece os esforços da empresa, o impacto das parcerias e o envolvimento dos stakeholders internos para ajudar a promover um futuro mais ecológico.

Global Retail Outlook 2024: Industry perspective

 

No âmbito do nosso recente relatório, Global Retail Outlook 2024, pedimos a 200 líderes do sector retalhista de todo o mundo que apresentassem as suas expectativas em termos de receitas e de margem operacional para o sector como um todo. Ao longo dos últimos meses, também reunimos as perspectivas do sector, entrevistando alguns dos nossos clientes e, em seguida, apresentamos um excerto de uma dessas conversas com a The Estée Lauder Companies.

O poder das empresas de consumo

Para a The Estée Lauder Companies, a sustentabilidade não é apenas uma questão de reduzir o impacto ambiental, mas também de criar impacto social com e para os principais interessados. Nancy sublinha a posição única e influente que as empresas de bens de consumo têm a este respeito. "As empresas de bens de consumo têm uma oportunidade incrível de se relacionarem não só com os funcionários, mas também com os consumidores, e esse poder coletivo das pessoas e das marcas pode levar a uma mudança com impacto," afirma. Este poder, acredita ela, posiciona organizações como a The Estée Lauder Companies como players fundamentais para ajudar a enfrentar os desafios globais.

Gerar valor para os stakeholderss

Para utilizar esta influência, os esforços de sustentabilidade devem estar alinhados com a marca, com as mensagens de retalho e com a experiência dos funcionários. "Precisamos de falar sobre o nosso trabalho de uma forma que seja relevante para todas as partes interessadas e que seja valiosa para elas" diz ela, sublinhando a necessidade de uma abordagem que beneficie tanto os funcionários como os consumidores, os investidores e os governos.

Parcerias para o progresso

É evidente que as parcerias desempenham um papel importante no percurso de sustentabilidade da The Estée Lauder Companies. Nancy destaca os esforços de colaboração com colegas da indústria e parceiros de vários sectores que partilham o compromisso da The Estée Lauder Companies com a sustentabilidade. O gigante da beleza envolveu-se com fornecedores de embalagens, concorrentes e até mesmo com parceiros de sectores não relacionados, ilustrando que a sustentabilidade é um esforço coletivo. "É um desporto de equipa," diz Nancy. "E a nossa escala ajuda a iniciar e a criar uma mudança significativa."

Classificações ambientais, regulamentos e directrizes de comunicação

Nancy menciona com orgulho as recentes conquistas da The Estée Lauder Companies nas classificações ambientais. A empresa obteve notas altas nas categorias de clima, água e madeira do CDP (sistema de relatórios de sustentabilidade). 

Ao discutir a evolução do panorama de Corporate Sustainability Reporting Directive (CSRD), Nancy tem uma perspetiva positiva. Embora reconheça os desafios, congratula-se com o potencial de normalização no domínio dos relatórios. A normalização dos relatórios não só simplificaria o processo para as empresas, como também proporcionaria uma narrativa harmonizada que poderia ser partilhada globalmente. Acredita que isto ajudará a facilitar uma forma mais transparente e de mais impacto de contarmos as nossas histórias de sustentabilidade.

Capacitar os stakeholders internos

Na The Estée Lauder Companies, os funcionários desempenham um papel importante no percurso da sustentabilidade. Um inquérito interno denominado "ELC Listens" revelou que os funcionários valorizam realmente a existência de edifícios "verdes", por exemplo. Como resultado, a empresa ampliou a comunicação interna sobre as suas iniciativas de sustentabilidade e capacitou os funcionários através da criação de equipas ecológicas em vários escritórios. Isto ajuda a promover um sentido de envolvimento e de propriedade entre os funcionários.

A educação é outra forma de a estratégia de sustentabilidade da The Estée Lauder Companies chegar aos seus funcionários. Várias equipas de diferentes departamentos participaram recentemente numa iniciativa de formação centrada na compreensão das emissões scope 3 e está planeada um hackathon climático com a equipa de TI, reconhecendo o impacto significativo que as decisões de TI podem ter na sustentabilidade.

Conexão pessoal à sustentabilidade

A ligação pessoal de Nancy à sustentabilidade vai para além do seu papel profissional e está também claramente presente na sua vida familiar. "A nossa família teve a sorte de não ter sido muito afetada durante a pandemia da COVID-19, mas foi uma altura em que tivemos de reavaliar prioridades e considerar o impacto mais amplo que temos no mundo. Quer se trate de utilizar plástico ou cartão reciclados ou de minimizar o consumo de água ao lavar os dentes, a minha família envolve-se agora ativamente em práticas sustentáveis sempre que possível.

Leia o nosso relatório completo 2024 Global Retail Outlook para conhecer mais e melhor as perspectivas para o sector.

Nancy Mahon, Chief Sustainability Officer, The Estée Lauder Companies afirma

"Obviamente, numa grande empresa, a complexidade do trabalho sobre sustentabilidade é muito diferente, mas os princípios são essencialmente os mesmos - trata-se de fazer escolhas conscientes, compreender o impacto e contribuir ativamente para uma mudança positiva."

Did you find this useful?

Thanks for your feedback

Se quiser ajudar a melhorar o site Deloitte.com, por favor preencha um formulário Inquérito de 3 minutos