Skip to main content

O novo kit de ferramentas do órgão regulador

Tecnologias e táticas para o regulador do futuro

​A regulamentação de ambientes complexos não precisa ser complicada ou cara. Novas tecnologias e métodos podem ajudar os órgãos reguladores a operar com eficiência e eficácia, reduzindo os custos de conformidade e melhorando a experiência comercial.

 

Não se pode culpar os reguladores por se sentirem sobrecarregados nos dias de hoje. Os avanços tecnológicos estão forçando-os a reexaminar os princípios básicos de seu trabalho. As novas tecnologias continuam surgindo e evoluindo, perturbando os modelos de negócios tradicionais e apresentando desafios fundamentais para os órgãos reguladores que se esforçam para proteger os consumidores e, ao mesmo tempo, permitir a inovação.

Mas a ajuda está a caminho. Os modelos de negócios da era digital geralmente usam uma combinação de tecnologia e ferramentas de negócios para criar maneiras totalmente novas de fornecer produtos e serviços.

No relatório, discutimos três áreas nas quais os órgãos reguladores podem usar as mesmas ferramentas e tecnologias para obter ganhos significativos:


  • Aumento da eficiência interna
  • Melhoria da eficácia e dos resultados regulatórios
  • Reduzir o ônus da conformidade comercial

Com o avanço contínuo da tecnologia, os órgãos reguladores enfrentarão desafios cada vez maiores no desenvolvimento e na aplicação de regras destinadas a proteger os cidadãos e garantir mercados justos. Com o uso de ferramentas comerciais e tecnológicas, eles podem transformar seus processos de trabalho e incentivar a inovação.

Did you find this useful?

Thanks for your feedback

If you would like to help improve Deloitte.com further, please complete a 3-minute survey