Pular para o conteúdo principal

Tax do Amanhã 2024

Tendências e perspectivas na era da transformação tributária

Levantamento revela os impactos das recentes transformações no ambiente de negócios e da evolução tecnológica sobre a função tributária, além dos principais desafios e oportunidades no mercado, diante da aprovação da Reforma Tributária

Acesse o relatório completo

O sistema tributário brasileiro, já caracterizado por sua complexidade, deu um importante passo na direção da atualização e reestruturação do modelo anterior de tributação sobre o consumo, com a publicação da Emenda Constitucional nº 132/2023, que altera o sistema tributário nacional. Agora, o ambiente de negócios tributário se prepara para vivenciar uma fase de intensa transformação – que deve se iniciar pela implementação das novas legislações, perdurar pela convivência de dois modelos durante a transição e englobar outros elementos da Reforma Tributária, principalmente a da tributação sobre a renda.

À medida que a transformação tributária ocorre, as organizações devem buscar formas de se adaptar e responder às novas demandas, garantindo transparência nos dados e modelos operacionais mais eficientes. Neste contexto, a Deloitte apresenta ao mercado a edição 2024 da pesquisa “Tax do Amanhã”, a qual revela as principais prioridades e tendências relacionadas a tax, com base nas perspectivas de 172 empresas que participaram do levantamento.

Acesse o relatório completo e confira as oportunidades e os desafios que o ambiente da Reforma deve promover às áreas de compliance tributário e fiscal.

Principais insights da pesquisa

Com a publicação da Emenda Constitucional nº 132/23, que altera o sistema tributário brasileiro, consolidou-se a expectativa de que a Reforma recém-aprovada pelo Congresso Nacional trará maior transparência à carga tributária do País.

Apenas 46% das empresas participantes da pesquisa “Tax do Amanhã” realizaram estudo sobre os impactos da Reforma Tributária no consumo; das que ainda não fizeram, 45% aguardam a publicação das leis complementares.

Quase seis em cada dez respondentes que realizaram estudo de impactos concluíram que a Reforma pode refletir em aumento de preço ou redução de margem.

Mais de 60% das organizações avaliam realizar mudanças em sua cadeia de suprimentos, localização geográfica ou em ambos, considerando os possíveis impactos da Reforma em seus negócios.

Aproximadamente 30% do tempo do profissional da área tributária é dedicado às atividades pós-pagamento (atendimento à fiscalização e gestão do contencioso), considerando todas as esferas.

Atualmente, 12% das organizações respondentes utilizam Inteligência Artificial em suas operações, evidenciando um espaço para aumento do uso desta tecnologia nas atividades tributárias.

Did you find this useful?

Thanks for your feedback

Se você quiser ajudar a melhorar ainda mais o Deloitte.com, preencha o formulário Pesquisa de 3 minutos