Pular para o conteúdo principal

Pesquisa do Centro de Serviços Compartilhados

Levantamento mostra benefícios tangíveis, como padronização e redução de custos, e impulsionam a eficiência nas organizações

Confira os resultados de 2023 para a América Latina

 

A primeira edição da pesquisa Latam contou com a participação de 79 empresas entrevistadas, sendo o Brasil o país com maior participação, com 16 setores de atividades representados para abordar temas como processos de finanças, padronização dos processos e redução de custos, regime flexível de trabalho e oportunidades de transitar em diversas áreas, RPA e automação Inteligente, entre outros.

Principais destaques da pesquisa

 

Transformação digital
 

Ao aplicar ações digitais em suas estruturas, as empresas de serviços empresariais globais (GBS) se colocam como catalisadoras da transformação tecnológica. Tecnologias como cloud, RPA ou ERP foram empregadas por mais de 85% dos entrevistados.

Eficiência de custos
 

A expectativa é que cada vez mais as organizações de GBS forneçam maior valor a um custo menor. Rentabilidade e aceleração dos negócios são prioridades estratégicas no investimento em GBS e as empresas, em média, atingem 30% de benefícios de uma só vez e 10% de taxa de execução.

Estrutura da organização de serviços de negócios globais (GBS)
 

À medida que as empresas aumentam, as estruturas de organização GBS e a implementação de centros de serviços compartilhados se tornam predominantes.

Estratégia de localização
 

As maiores empresas (com faturamento de aproximadamente US$ 25 bilhões) buscam por oportunidades diferenciadas de mão de obra e escala, bem como de entrega.

Confira os resultados edição global da pesquisa 2023

 

O levantamento da pesquisa Global desse ano, contou com a participação de 500 correspondentes de 57 países diferentes, trazendo algumas similaridades e divergências com a edição Latam. Os dois principais beneficíos sinalizados pelos participantes são a padronização de processos e a redução de custos e em relação as ferramentas tecnológicas adotadas aparecem no topo temas como automação, robotização de processos e a utilização de ERPs.

A maioria (64%) dos CSCs participantes da pesquisa global presta seus serviços focados em, no máximo, quatro funções (Finanças, RH, TI, Compras), enquanto na pesquisa da América Latina, a maioria (51%) executam processos de mais de quatro funções. Assim como nos países da América Latina, as funções de Finanças e de Recursos Humanos são as mais presentes no estudo global.  

Quando comparados os aspectos relacionados à força de trabalho, observa-se que os CSCs participantes das duas pesquisas têm optado por um regime de trabalho híbrido. Já as oportunidades de qualificação (58%), oportunidades de bem-estar (57%) e o ajuste da remuneração mais aderente ao mercado (54%) são as estratégias mais adotadas pelos respondentes da pesquisa global.

Did you find this useful?

Thanks for your feedback

Se você quiser ajudar a melhorar ainda mais o Deloitte.com, preencha o formulário Pesquisa de 3 minutos