Skip to main content

Future of Food

O futuro da alimentação deve ser sustentável, regenerativo e resiliente. Para o conseguir, é necessário que os líderes de todos os sectores demonstrem coragem e colaboração. Juntamente com clientes e alianças, a Deloitte está a ajudar a transformar o ecossistema alimentar. O objetivo é ter um sistema alimentar que satisfaça as necessidades em constante mudança, respeitando os limites do planeta. Juntos, criamos um impacto importante.

Future of Food: A necessidade de mudança

Preparar o nosso sistema alimentar para o futuro é um dos maiores desafios sistémicos que enfrentamos a nível mundial. A indústria alimentar é responsável por uma grande parte das emissões de CO2, metano e azoto a nível mundial e contribui maciçamente para a desflorestação. Estas preocupações de sustentabilidade juntam-se a desafios como a volatilidade dos preços, o aumento dos custos e a alteração das preferências dos consumidores. 

No entanto, o sector alimentar é fundamental para alimentar a nossa crescente população. Para além disso, é uma parte essencial da economia global, proporcionando um meio de subsistência a milhões de pessoas, através da agricultura, dos transportes, do comércio retalhista, da inovação, e muito mais. Por conseguinte, é imperativo criar uma cadeia de valor alimentar fiável a longo prazo. Juntos. A Deloitte colabora com clientes e players do sector alimentar para ajudar a transformar a indústria e a preparar-se para o futuro.

Deloitte conecta-se para o impacto no Future of Food
 

A Deloitte contribui para a transformação do sistema alimentar, ajudando a preparar para o futuro algumas das maiores e mais inovadoras organizações de todos os sectores. A Deloitte apoia as empresas a satisfazer as necessidades nutricionais em constante mudança dentro dos limites do planeta. Na prática, isto significa ajudar a viabilizar negócios rentáveis, ao mesmo tempo que ajuda a garantir que estes são orientados por um objetivo e uma estratégia de longo prazo. Significa captar segmentos de consumidores novos. e em mudança, para ajudar a garantir uma posição de mercado à prova do futuro e permitir um crescimento contínuo, ao mesmo tempo que navega o panorama regulamentar.

Veja alguns dos projectos da Deloitte abaixo

Our Thinking

Filter by region:
All
  • All
Filter by region:
All
  • All

A concretização da mudança exige uma abordagem ecossistémica em que toda a cadeia de valor alimentar esteja ligada às empresas em fase de arranque, às entidades reguladoras e ao sector financeiro.

Randy Jagt, Líder Global de Future of Food, Deloitte 

"Construir um sistema alimentar que faça progredir o nosso planeta, as pessoas e a economia, e que permita aos seus intervenientes prosperar, é o que me move a mim e às nossas apaixonadas equipas de agricultura & alimentação da Deloitte."

Vanessa Matthijssen, Líder de Future of Food líder, Deloitte Ásia-Pacífico

Índice de frugalidade alimentar

O ConsumerSignals é uma exploração longitudinal do comportamento de despesa dos consumidores e dos factores que lhe estão subjacentes. Agora no seu terceiro ano, o ConsumerSignals oferece uma visão das finanças quotidianas dos consumidores e das estratégias de despesa utilizadas para navegar um mundo imprevisível. Consiste numa coleção de índices de consumo próprios, um dos quais é o índice de frugalidade alimentar (FFI).

O que é a FFI?

Todos precisam de comer, mas a alimentação está a tornar-se menos acessível para alguns. O FFI é uma medida mensal proprietária de comportamentos associados ao stress financeiro no supermercado - e de como estes podem estar a moldar a forma como os consumidores compram os alimentos. Valores mais elevados do índice indicam que os consumidores afirmam ser mais frugais.

O futuro de Consumer

Através de uma investigação exaustiva, líderes da Deloitte identificaram seis forças-chave que irão desempenhar um papel fundamental na definição da indústria do consumo, do panorama empresarial e do mundo na próxima década:

  • O consumidor em mudança
  • Uma sociedade e cultura em evolução
  • Exponential xTech
  • Perturbações radicais na indústria
  • Alterações climáticas extremas
  • Mudanças na economia, no poder e na política

Estas forças estão a afetar os mercados, os modelos e a mecânica de todas as indústrias, incluindo a produção e distribuição de alimentos. 

O futuro exigirá que as empresas que operam no ecossistema alimentar compreendam as implicações das suas decisões - e criem uma nova abordagem aos mercados, modelos e mecanismos - à medida que traçam o futuro da indústria alimentar.