Pular para o conteúdo principal

Futuro dos controles

Uma visão estratégica dos controles internos

Estudo global da Deloitte sobre o futuro dos controles apresenta o panorama de riscos e as tendências que estão influenciando os controles internos.

Um ambiente robusto de controles e prevenção de riscos pode ajudar as organizações a se tornarem mais ágeis e resilientes. Conectar o propósito e as metas de negócios a essa estrutura, contribui para oferecer mais segurança no ambiente de negócios volátil e complexo da atualidade.

Os controles podem ser desafiadores para as empresas, especialmente para aquelas possuem dificuldade com o básico. No entanto, o papel que essa atividade desempenhou durante a pandemia nos mostrou a possibilidade de um futuro positivo e ousado para os controles internos.

A partir da análise de tendências de diferentes setores de atuação, a Deloitte desenvolveu uma visão estratégica global para os “Futuros dos controles”, trazendo uma nova perspectiva para o papel dos controles internos, hoje e amanhã.

Vemos no Brasil uma busca crescente por um ambiente de controle que se torne um ativo para a organização, um verdadeiro diferencial no dia a dia.

Camila Boretti, líder da prática Accounting & Internal Controls da Deloitte

O futuro dos controles

Compreender e aplicar a visão de futuro dos controles pode ser não apenas instrutivo, mas também útil para apoiar as organizações a criarem uma abordagem estruturada para sua própria jornada. Por meio de estudos de casos relevantes, exploramos as três alavancas que podem ajudar a avaliar seu estado atual e moldar suas perspectivas futuras:

 

1 - Reconstrução do framework dos controles internos

Construir uma estrutura ágil e verdadeiramente orientada por dados, capaz de mitigar riscos conhecidos, antecipar e avisar a organização sobre riscos emergentes, agregar valor e direcionar o foco.

2 – Preparação de um modelo operacional evoluído

Reimaginar os princípios-chave do modelo operacional e os capacitadores que ajudarão a mudar a mentalidade, desenvolver capacidades e permitir que as empresas adotem, operem e incorporem controles como parte do DNA da organização.

3 - Definição do ecossistema de tecnologia de controles

Alavancar a transformação digital e maximizar a automação de controles para ajudar a aliviar parte da pressão sobre as funções de controles internos na redução de custos, aumento a eficiência do gerenciamento de riscos e oportunidades. Ao mesmo tempo, desenvolver confiança, inteligência e desempenho — três elementos-chave para uma jornada bem-sucedida.

Conexão entre propósito e metas de negócios

O estudo mostra que estabelecer um programa de monitoramento contínuo e automatizado, com relatórios e remediação de controles inteligentes cria maior conexão entre propósito e metas.

A jornada rumo ao futuro dos controles varia de empresa para empresa com base na maturidade do ambiente de controles, no nível de pressão de conformidade regulatória que suportam e nas tendências específicas do setor que precisam gerenciar. No entanto, apesar dos desafios, a visão, a missão, os objetivos e as alavancas apresentadas podem ajudar as organizações a personalizar um roteiro de controles que se adapte a seus objetivos de negócios específicos.

Explore o roteiro na íntegra

Did you find this useful?

Thanks for your feedback

Se você quiser ajudar a melhorar ainda mais o Deloitte.com, preencha o formulário Pesquisa de 3 minutos