Skip to main content

Agrária

Crescendo e mantendo as raízes fortes

Há 71 anos, uma cooperativa surgiu em Guarapuava (PR) com o propósito de dar suporte e condições de desenvolvimento a uma colônia de imigrantes suábios que fugiam de seus locais de origem durante a Segunda Guerra Mundial. Hoje, essa empresa, denominada Cooperativa Agrária Agroindustrial, possui 1.630 profissionais, 680 cooperados e chegou a um faturamento de R$ 6,5 bilhões. Como chegar tão longe? A palavra-chave é governança.

A Agrária tem como foco garantir a continuidade das atividades, da cultura e da tradição de seus cooperados e, por consequência, o desenvolvimento do ecossistema de maneira geral. O sucesso não é mera obra do acaso, ao contrário; a empresa nunca descuidou de pilares essenciais para um crescimento perene: boas práticas na área financeira, diferenciais competitivos e boa estrutura de governança.

Hoje, a Agrária possui matriz energética própria – uma estrutura logística que engloba três unidades de armazenagem, além de um moderno laboratório que realiza análises em todas as etapas da cadeia de produção.

Da propriedade dos cooperados, sai a matéria prima para as indústrias da Cooperativa. Das fábricas, surgem os produtos – malte, farinha, ração animal, grits e flakes de milho, óleo e farelo de soja – que alimentam os negócios de uma vasta gama de clientes em todo o País e no exterior.

A cooperativa tem como um dos seus carros-chefes para seu crescimento o investimento em pesquisa e inovação tecnológica. Por meio da Fundação Agrária de Pesquisa Agropecuária (FAPA), a Agrária consegue estar atualizada em termos de tendências de consumo e inovação, além de extrair resultados sobre as cultivares mais adaptadas e os manejos mais adequados para cada região, obtendo os resultados mais produtivos e qualitativos no campo, sem negligenciar a conservação de recursos naturais e a otimização do uso de insumos.

"As devolutivas que tivemos no programa ‘Empresas com Melhor Gestão’ foram ótimas. Os feedbacks e as interações com os coaches da Deloitte foram ainda mais importantes que o troféu. Nos proporcionaram um norte de como e onde podemos melhorar. A Deloitte nos trouxe a oportunidade de conhecer novas visões."

Com um sistema de gestão lean manufacturing – responsável por revolucionar o sistema de produção ao redor do mundo – a Agrária superou um biênio turbulento devido à pandemia de Covid-19 sem e, hoje, seus esforços em profissionalização são visíveis desde a pesquisa até a fabricação de produtos industrializados.

Comprometida com o futuro, a cooperativa investe ainda em educação, cultura e saúde, sendo mantenedora do Colégio Imperatriz Dona Leopoldina, da Fundação Cultural Suábio-Brasileira e do Hospital e Farmácia Semmelweis.

Como próximos passos, a Agrária tem empenhado esforços no aperfeiçoamento de práticas industriais e na ampliação de sua produtividade. A aposta da vez é o modelo de intercooperação – conceito cada vez mais relevante dentro do universo cooperativista, em que duas ou mais cooperativas se associam de maneira sinérgica.

A empresa espera, assim, inaugurar uma nova maltaria em Ponta Grossa (PR), com investimento que ultrapassa “R$ 1 bilhão”. Segundo Edmund Gumpl, diretor financeiro da cooperativa, o projeto mudará o patamar da Agrária.

Conheça o programa "Empresas com Melhor Gestão" que visa apoiar as organizações no desenvolvimento dos negócios e reconhecer o esforço na adoção das boas práticas de gestão corporativa

Did you find this useful?

Thanks for your feedback

If you would like to help improve Deloitte.com further, please complete a 3-minute survey