Skip to main content

Asset management & optimization

Otimize e explore o potencial máximo de seu ativo durante todo o ciclo de vida

Em uma economia cada vez mais centrada em ativos, em que tarefas intensivas em mão-de-obra são substituídas por máquinas, a competitividade das indústrias de capital intensivo dependerá da maneira como gerenciamos os ativos de capital de alto valor e as cadeias de suprimentos que os apoiam na operação.

Otimizar os ativos de capital e as operações utilizando novas tecnologias e inovação é fundamental para o setor de capital intensivo. Nossa equipe apoia o core do seu negócio por meio da transformação de plataformas de tecnologia existentes, trazendo um pensamento ágil na otimização da gestão dos ativos e impulsionando resultados com o suporte da Internet das Coisas (IoT) para melhorar o retorno do capital.

Ao focar ativos físicos e operações, criamos novas alternativas para apoiar nossos clientes em setores intensivos em ativos que estão lidando com questões importantes, como:

  • Qual é a proposição de valor do negócio?
  • Qual é a minha estratégia de ativos?
  • Quais ativos impulsionam a criação de valor e a vantagem competitiva no meu setor?
  • Quem deve ser o proprietário e/ou controlá-los?
  • Qual é a melhor estratégia para gerenciar esses ativos de maneira eficaz?
  • Quais são as questões de pessoas, processos e tecnologia que precisam ser endereçadas?
  • Como repensar as operações de uma empresa para obter sucesso na Indústria 4.0?
  • O que precisa mudar e em que ordem para obter melhorias?

Com essa abordagem prática e orientada por resultados, a Deloitte resolveu esses pontos tão desafiadores no gerenciamento de ativos e operações industriais dos nossos clientes.

 

Gestão estratégica de ativos e modelo de custo total de vida

 

Examinamos os dados existentes da gestão de ativos corporativos, aprimorando-os conforme necessário, para ajudar nossos clientes a desenvolver um planejamento estratégico aplicável a todo o ciclo de vida de um ativo, com um modelo de custo total. O modelo de planejamento de ativos da Deloitte é adaptado para responder às principais questões organizacionais.

  • Plano estratégico de ativos: O modelo de planejamento da Deloitte permite aos tomadores de decisão entender como as estratégias de ativos (manutenção, operação, renovações e aprimoramentos) contribuem para a entrega de resultados organizacionais por meio da aplicação de nossa estrutura lógica de contribuição.
  • Estratégias otimizadas com base na criticidade e degradação de ativos e modelagem de custo de vida útil: Uma estrutura de avaliação de criticidade multidimensional personalizada é usada para avaliar o impacto da falha de ativos em toda a organização. Curvas de degradação específicas (orientadas por estratégias de operação e manutenção, considerações ambientais e condições históricas de ativos e degradação de desempenho) são desenvolvidas para prever renovações de ativos. Os custos históricos e previstos de aquisição, manutenção, operação e reforma são sobrepostos para fornecer uma visão financeira de toda a vida útil dos ativos. A combinação desses elementos permite que a organização avalie holisticamente estratégias e planos de ativos e determine o plano apropriado para apoiar a entrega
  • Painéis interativos e recursos de modelagem de cenários: Mantenedores de ativos, planejadores, gerentes e executivos da organização podem investigar interativamente as saídas do modelo por meio de painéis intuitivos. Os recursos de modelagem de cenário hipotético permitem que os usuários testem estratégias e vejam o impacto em tempo real antes de prendê-los.

 

Otimização do planejamento e controle da manutenção

 

Trabalhamos para criar um ambiente integrado em que todos os envolvidos tenham acesso às informações corretas no momento certo, permitindo decisões fundamentadas em dados sobre a operação e a manutenção de ativos.

Os desafios mais comuns são:

  • Os sistemas não são conectados e alguns estão ficando obsoletos;
  • Visibilidade limitada da disponibilidade e localização de peças de reposição;
  • Informações críticas sobre ativos estão apenas na cabeça de especialistas;
  • Necessidade de realizar cada vez mais trabalhos de forma remota;
  • Os ativos adquiridos precisam ser integrados aos sistemas existentes.

A gestão de ativos envolve um trabalho constante para atingir padrões globais e adotar uma abordagem orientada à confiabilidade. A Deloitte apoia clientes para aplicar uma estratégia digital consistente e avançar na curva de maturidade digital.

 

Conheça todas as nossas soluções e conteúdos de eminência em Capital Projects & Asset Transformation. 

Veja o gráfico