Skip to main content

2022 Relatório de Sustentabilidade CxO da Deloitte

As apreensões dos CxOs em relação ao clima do planeta aumentaram nos últimos meses, assim como o seu otimismo de que uma ação imediata pode fazer a diferença. No entanto, existem várias diferenças entre as opiniões e motivações destes líderes empresariais, as ações que as suas organizações estão a tomar e o impacto que estão a ter.

Os líderes empresariais têm a responsabilidade única de ajudar o mundo na transição para um futuro com menos emissões de carbono. Estarão eles à altura do desafio?

Durante os meses de setembro e outubro de 2021, a Deloitte inquiriu mais de 2.000 executivos da C-suite em 21 países para analisar as preocupações e ações dos líderes empresariais e das empresas no que diz respeito às alterações climáticas e à sustentabilidade ambiental.

O clima pesa muito na mente dos executivos mundiais. No entanto, existe também um desfasamento entre ambição e impacto. As organizações estão a lutar para implementar ações que demonstrem que incorporaram considerações climáticas na sua cultura e que têm a adesão e influência dos líderes de topo para efetuar uma transformação significativa.

O relatório explora ainda o desfasamento entre a ambição e o impacto, bem como as medidas que os CxOs podem tomar para começar a colmatar essa lacuna.

Quase 79% dos executivos vêem o mundo num ponto de viragem para responder às alterações climáticas, em comparação com apenas 59% oito meses antes. Apesar da gravidade do momento, prevalece um sentimento de otimismo, uma vez que 88% (em comparação com 63% oito meses antes) concordam que, com uma ação imediata, podemos limitar os piores impactos das alterações climáticas.
Os CxOs estão a sentir a pressão para agir. Quase todos os inquiridos (97%) indicam que as suas empresas já foram afetadas negativamente pelas alterações climáticas. Além disso, os grupos de partes interessadas - incluindo reguladores, acionistas, consumidores e trabalhadores - estão a aumentar a pressão para agir.

Quais das seguintes ações/adaptações a sua empresa já realizou no âmbito dos seus esforços de sustentabilidade?

Embora as empresas estejam a agir, é menos provável que implementem ações que demonstrem que incorporaram considerações sobre o clima na sua cultura e que têm a adesão e influência dos líderes de topo para efetuar uma transformação significativa.
O inquérito revelou um grupo de organizações líderes - 19% da amostra - que implementaram, pelo menos, quatro das cinco ações de sustentabilidade "que mexem com a agulha", bem como organizações mais atrasadas (aquelas que implementaram uma ou nenhuma destas ações). As organizações que lideram o clima procuram o futuro com um objetivo. Estão mais preocupados, mais ativos e mais propensos a ver os benefícios das suas estratégias climáticas.
Os líderes vêem maiores benefícios nas suas estratégias climáticas

Did you find this useful?

Thanks for your feedback

If you would like to help improve Deloitte.com further, please complete a 3-minute survey