This site uses cookies to provide you with a more responsive and personalized service. By using this site you agree to our use of cookies. Please read our cookie notice for more information on the cookies we use and how to delete or block them.

Bookmark Email Imprimir esta página

Saiba mais

Cerca de 84% das empresas europeias já ouviram falar do OEA (Operador Económico Autorizado) e 52% destas planeiam candidatar-se a esta nova acreditação destinada a garantir a segurança e facilitar o funcionamento da sua supply chain.

Se ainda não obteve a certificação, podemos ajudá-lo. O OEA irá proporcionar-lhe uma maior eficiência na sua supply chain e, em última análise, a redução de custos. Por outro lado, o controlo físico ao nível aduaneiro será mais reduzido, terá maior facilidade no reporte da informação e tratamento prioritário no caso de selecção para controlo (a denominada “via rápida”).

 

Segundo um estudo realizado pela Deloitte, cerca de 56% das empresas europeias implementam políticas corporativas de compliance que incluem procedimentos alfandegários. Mesmo assim, 82% destas empresas são objecto de correcções por parte das autoridades aduaneiras.

Podemos ajudar a sua empresa a estar compliant. Como? Através da revisão dos procedimentos adoptados a nível aduaneiro, nomeadamente no que respeita à classificação, valor e origem dos produtos importados em Portugal. Se foi notificado pelas autoridades aduaneiras de uma correcção, podemos também ajudá-lo na identificação e preparação dos meios adequados de defesa.

 

Apesar da diversidade de estratégias alfandegárias, segundo um survey realizado pela Deloitte, cerca de 40% das empresas europeias não utilizam procedimentos e regimes aduaneiros para reduzir custos e maximizar cash-flows.

Caso ainda não tenha beneficiado, fale connosco. Podemos ajudá-lo, por via da adopção de procedimentos e regimes aduaneiros, a reduzir custos e obter poupanças significativas em termos económicos e financeiros

 

De acordo com um estudo realizado pela Deloitte, cerca de 82% das empresas europeias estão a promover activamente reduções de custos, sendo que 52% destas empresas apostam na implementação de iniciativas de optimização em matéria aduaneira.

Caso não reveja nestes números, temos soluções para lhe apresentar que podem proporcionar reduções de custos significativas

 

A receita de direitos aduaneiros aumentou 21% nos últimos três anos, revelando ser a rubrica com o maior crescimento em matéria de impostos indirectos a contribuir para o orçamento do Estado Português.

Caso se reveja nesta situação, poderemos seguramente ajudá-lo a minimizar o impacto da mesma ao nível dos seus custos.

Como?

Através, nomeadamente, da adopção de procedimentos e regimes aduaneiros que permitem poupanças significativas em termos económicos e financeiros.

Rubrica  var.  % 06/08 
Direitos Aduaneiros 21
IVA 18
ISP -17
Imp. sobre o álcool e as bebidas alcoólicas 4
Imp. sobre o tabaco -9

Página inicial de Trade & Customs