Este site utiliza cookies para oferecer um serviço mais ágil e personalizado. Ao acessar este site, você concorda com a nossa utilização de cookies. Por favor, leia mais informações sobre os cookies que utilizamos e como excluí-los ou bloqueá-los.

Favoritos E-mail Imprimir esta página

SPED

O Sistema Público de Escrituração Digital (SPED) obriga todas as empresas do País a fornecerem informações, de modo eletrônico, aos órgãos governamentais de fiscalização (municipais, estaduais e federal). Criado a partir de uma iniciativa integrada das administrações tributárias das três esferas governamentais, o SPED tem como objetivo padronizar e unificar a recepção, a validação, o armazenamento e a autenticação de livros e documentos que integram a escrituração comercial e fiscal, por meio de um fluxo único e computadorizado.

O programa de modernização do sistema fiscal e tributário deu seu primeiro passo significativo no Brasil com a criação da Nota Fiscal Eletrônica (NF-e), que forma, com a Escrituração Fiscal Digital e a Escrituração Contábil Digital, os pilares do SPED. Implantada em setembro de 2006, a NF-e ajuda a reduzir custos com impressão e envio de documentos fiscais, além de facilitar a gestão, pelo Fisco, de informações sobre as operações comerciais, com dados mais completos, que ampliam a confiabilidade da nota e dificultam a sonegação de impostos.

SPED Fiscal

  • Diagnóstico (tributário e tecnologia);
  • Implantação;
  • Revisão dos arquivos.

SPED Contábil

  • Diagnóstico (contábil, fiscal e tecnologia);
  • Implantação;
  • Revisão dos arquivos.

SPED fiscal de PIS/Cofins

  • Diagnóstico (fiscal e tecnologia);
  • Implantação;
  • Revisão dos arquivos.

e-CIAP

  • Diagnóstico (fiscal e tecnologia);
  • Implantação;
  • Revisão dos arquivos.

NF-e 2.0

  • Diagnóstico (fiscal e tecnologia);
  • Implantação.

e-LALUR

  • Diagnóstico (fiscal e tecnologia);
  • Implantação;
  • Revisão dos arquivos.

e-fopag

  • Diagnóstico;
  • Implantação; 
  • Revisão dos arquivos.

 

Stay connected: