Este site utiliza cookies para oferecer um serviço mais ágil e personalizado. Ao acessar este site, você concorda com a nossa utilização de cookies. Por favor, leia mais informações sobre os cookies que utilizamos e como excluí-los ou bloqueá-los.

Favoritos E-mail Imprimir esta página

Copa do Mundo 2010

Uma virada para a África do Sul


DOWNLOAD  
Na Copa do Mundo de 2010, o planeta não assistiu apenas à disputa do maior torneio de futebol, mas testemunhou a África do Sul a emergir como uma economia competitiva deste século. O estudo “2010 FIFA World Cup – A Turning Point for South Africa”, realizado pela Deloitte, aponta que o país-sede colheu frutos de sediar a Copa, como melhorias na infraestrutura, impulso econômico e turístico e aumento da auto-estima da população. Copa do Mundo Deloitte Paper

O megaevento esportivo de futebol de 2010 difere em vários aspectos do anterior, realizado em 2006. Por um lado, diversos benefícios são conferidos à África do Sul, um país emergente e com maior potencial de exposição a novos públicos do que fora a Alemanha quatro anos antes. Além de atrair gastos de visitantes estrangeiros e gerar impulso na economia devido à grande hospitalidade sul-africana, o evento ocorreu durante o inverno no Hemisfério Sul, o que contribuiu para a população local viajar menos para o exterior.

Por outro lado, o campeonato foi realizado durante a recessão econômica global e longe dos países desenvolvidos participantes. Estes dois fatores e a preocupação em relação à segurança resultaram na diminuição do número do público esperado. Leia o conteúdo completo deste estudo, em inglês.

Stay connected: