Este site utiliza cookies para oferecer um serviço mais ágil e personalizado. Ao acessar este site, você concorda com a nossa utilização de cookies. Por favor, leia mais informações sobre os cookies que utilizamos e como excluí-los ou bloqueá-los.

Favoritos E-mail Imprimir esta página

Deloitte cresce 15% no Brasil, com forte expansão das práticas de consultoria

Desempenho no ano fiscal 2013 leva a matriz brasileira a ampliar o espaço físico ocupado por seus profissionais a partir de 2014

A Deloitte encerrou o ano fiscal 2013 (junho de 2012 a maio último) com um faturamento de
R$ 1,105 bilhão, o que representa uma expansão de 15% sobre os resultados do período anterior, com uma performance consistente em todas as áreas de negócio. O crescimento foi impulsionado principalmente pelo desempenho das práticas de consultoria:

Áreas de negócios de consultoria

 

Principais frentes de serviços

Taxa média de crescimento anual

(anos fiscais 2011 a 2013)

 

Consultoria Empresarial

 

Estratégia, eficiência operacional, tecnologia, capital humano, riscos e aspectos regulatórios, gestão de projetos e delivery center

25%

 

Financial Advisory

 

Fusões, aquisições e desinvestimentos, venda e reorganização de empresas, preparação para IPOs, investigação de fraudes, litígios e arbitragens, administração judicial, avaliação e gestão de ativos, incentivos regionais etc

15%

 

Outsourcing

 

Terceirização de contabilidade, finanças, folha de pagamento e administração de pessoal, gestão de aplicativos, co-sourcing, software como serviço etc

15%

 

Consultoria Tributária

 

Impostos diretos e indiretos, revisão de informações fiscais, preços de transferência, consultoria trabalhista, previdenciária e societária, tributos internacionais etc

10%

 

Para o presidente da Deloitte no Brasil, Juarez Lopes de Araújo, o resultado “reflete o sucesso de uma estratégia baseada no equilíbrio de um conjunto diversificado de soluções, que atendem às novas necessidades dos clientes em um ambiente de grandes transformações”. “A partir de uma atuação ‘As One’, que espelha a nossa capacidade de integrar ofertas verdadeiramente multidisciplinares, estamos conseguindo uma clara diferenciação no mercado”, afirma Juarez.

Geograficamente a Deloitte registrou desempenho satisfatório em todas as regiões em que atua no Brasil a partir de seus 12 escritórios. Entre os destaques, esteve o escritório de São Paulo, que concentra mais de 60% das suas operações no País; e do Rio de Janeiro, que acaba de ampliar seu espaço físico a partir do lançamento do Centro de Excelência de Óleo e Gás, com profissionais de diversas especialidades atendendo à indústria de maior expressão econômica local.

Espaço maior e inovador

O sinal mais concreto do crescimento da firma brasileira da Deloitte se refletiu na necessidade de aumentar o espaço físico ocupado por sua matriz, em São Paulo, que concentra cerca de dois terços dos seus mais de 5.000 profissionais no País.

Após um estudo que levou em consideração a mobilidade dos profissionais da região e conceitos modernos de ambiente de trabalho, a Deloitte acaba de concluir a primeira fase do projeto de ampliação da sede, com a assinatura de um contrato de locação com a Multiplan Empreendimentos Imobiliários S.A., de nove andares do Edifício Golden Tower do Condomínio Morumbi Corporate, à Rua Henri Dunant, na Zona Sul de São Paulo.

O Edifício Golden Tower, recém-construído, oferece ótimas condições de trabalho e bem-estar aos profissionais, desenvolvendo um conceito inovador, que privilegia o compartilhamento dos locais de trabalho, em vez da destinação de espaços para uso individual, e garante maior flexibilidadade, mobilidade e colaboração. Além disso, a estrutura do novo prédio prevê um modelo de operação sustentável, com o menor impacto ambiental possível.

Brasil, mercado prioritário

As receitas agregadas de toda a rede de firmas-membro da Deloitte, que atua diretamente em 150 países e conta com cerca de 200 mil profissionais, cresceu 3,5% em média no ano fiscal 2013, encerrado em maio, totalizando US$ 32,4 bilhões.

Nesse contexto, o Brasil, um dos “mercados prioritários” definidos pela organização global para o triênio 2013-2015, se destaca com sua expansão de 15% no período fiscal passado (1º de junho de 2012 a 31 de maio de 2013), bem acima da média global.

 

 

Última atualização: 

Contatos:

Nome:
In Press Porter Novelli
Companhia:
Assesoria de imprensa
Título do trabalho:
Telefone:
+55 (11) 3323-1581
E-mail
carla.marcondes@inpresspni.com.br

Links relacionados

Stay connected: